Descobrindo Berlim

Na Bethlehemskirchplatz, uma praça na Mauerstrasse em Berlim, encontrei uma obra de arte que despertou minha curiosidade. Ao vê-la pela primeira vez, à noite, não tinha idéia do que era, vi apenas uma grande bola com vários objetos unidos por uma corda. Observando-a melhor no dia seguinte, pela manhã, identifiquei alguns objetos: uma escada, cadeiras, bancos, vasos, regador, vassoura. Todos amarrados por uma corda à bola feita de um material que tem a aparência de um tecido rústico. O que seria aquilo? Que artista teria criado aquela obra? Por que estaria ali? Estava ali temporariamente ou estava destinada àquele lugar? Fui à procura de respostas para as minhas perguntas.

O nome da escultura é Houseball, foi criada pelos artistas Claes Oldenburg e Coosje van Bruggen e foi instalada, em 1996, no mesmo lugar onde em 1735 construíram uma igreja, Bethlehemskirche, destruída na Segunda Guerra Mundial. A igreja foi construída por imigrantes da Boehmia, uma região histórica da Europa Central que hoje é parte da República Tcheca. Houseball é um símbolo dos poucos pertences domésticos trazidos por esses imigrantes que deixaram sua terra natal católica, foram viver no exílio por serem protestantes e estabeleceram-se nesta área no século XVIII.

A planta original da igreja, com um diâmetro de cerca de quinze metros, está marcada com tijolos no pavimento da praça, ao lado da escultura.  A praça recebeu este nome, Bethlehemkirchplatz, em 1999, em homenagem à igreja.

Houseball, Claes Oldenburg e Coosje van Bruggen, 1996. Aço inoxidável, plástico reforçado com fibra de juta, espuma de poliuretano e policloreto de vinila (PVC), pintada com gelcoat, 8,40 m x 7,40 m.

Sobre Vânia Myrrha

Vânia Myrrha é arquiteta, professora de História da Arte, da Arquitetura e do Design. Doutoranda em Design na Universidade do Estado de Minas Gerais. Mestre em Arquitetura e Urbanismo - UFMG. Especialista em História da Arte pela PUC Minas. Especialista em Arte Contemporânea pelo IEC - Instituto de Educação Continuada - PUC Minas.
Esse post foi publicado em Arquitetura, Arte, Arte Contemporânea, Design, Escultura, História da Arte, Viagem e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Descobrindo Berlim

  1. Rubem disse:

    Vi essa “bola” em Berlim e a achei muito interessante, mas não sabia nada sobre ela.
    Agora que sei, graças a voce Professora Vania, acho que tenho que voltar a Berlim para melhor aprecia-la!
    rsrsrsrsr
    Um abraço
    Rubem Benedict

  2. Marise disse:

    Esta obra havia me impressionado também e agora que sei da sua história ela passa a ser muito mais significativa!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s