Arquivo do mês: janeiro 2016

Solo

Publicado originalmente em Não Coube no Caderno:
Nos dias em que a solidão lembra que existe, dentro do peito, uma estrofe persiste. Versos de um poema quase triste. Rimas que, no vazio, ecoarão a ausência que ainda insiste.

Publicado em Uncategorized | 2 Comentários