Palestras

As provocações da  Arte Contemporânea e a obra de Erwin Wurm

Palestra Arte contemporanea - Erwin Wurm

A palestra discute a dificuldade de recepção da arte contemporânea, apresenta a transição da Arte Moderna para a Contemporânea e a obra do artista austríaco Erwin Wurm, na exposição “O Corpo é a Casa”, com seus respectivos referenciais na história da arte. Com humor, ironia e inteligência, o artista busca atrair o público para questões contemporâneas, como o culto à imagem e o consumo em excesso. Entenda as obras contemporâneas e como elas desenvolvem nossa maneira de pensar de forma crítica. Agosto 2017.

Inhotim

instituto-inhotim

Maio 2017.

Art Nouveau: a revolução de uma estética

26411827323_0b3ffb7982_c

Art Nouveau é o termo genérico que descreve as novas expressões da arquitetura e das artes decorativas e aplicadas no final do século XIX e início do século XX. Modelos históricos foram abandonados para abrir caminho para formas livres e criativas, inspiradas na natureza. Abril 2017.

 

Borromini e Bernini: o Barroco em Roma

15023846440_e606e51b9d_c

A trajetória comum e os destinos diferentes da obra e da vida de dois arquitetos: Francesco Borromini e Gianlorenzo Bernini. Algumas vezes em conjunto e outras em franco combate, os dois trabalharam nas principais realizações arquitetônicas de Roma no século XVII.

Impressionismo: pintores da vida moderna 1870-1890

26947146201_db0843e4be_c

Monet, Renoir, Pissarro, Sisley, Morisot, Bazille, Cassatt e muitos outros artistas e suas pinturas en plein-air, que descortinam a Paris moderna construída por Haussmann, seus jardins, a moda e os costumes da sociedade da época.

Picasso: sete mulheres, sete momentos na arte

26982500396_d03c6acd1a_c

O mundo o conhece simplesmente como Picasso, um gênio imponente do século XX com uma paixão inesgotável para criar arte. Um gênio atormentado, em guerra consigo mesmo e com o universo, o amante ardente que impiedosamente destruía aqueles que o amavam.

Matisse e a vibração da vida moderna

matisse89

Matisse era não só um grande colorista, como também um mestre do desenho. O artista e seu grupo, conhecido como fauvistas, trouxeram para a arte a liberdade no uso da cor. Em 1908, fundou a Academia Matisse para jovens artistas e publicou suas teorias artísticas no livro “Notas de um Pintor”. Transitava, naturalmente, entre a pintura e a escultura, permitindo que uma participasse da outra. Em sua pintura acrescentava imagens de outras obras suas, tanto telas quanto esculturas ou modelagens, explorando a plasticidade dos seus volumes e seus ritmos. Nas últimas décadas tem sido uma inspiração para o design.

História, Arte & Ideias

seminario-educacional-11-11-16

O objetivo do Projeto “Diálogo Educacional: Pensar, Mudar e Agir” da Fundação Cultural dos Profissionais da Educação de Minas Gerais (FCPEMG) é ampliar a capacidade de agir e pensar dos professores, coordenadores e gestores das escolas. De modo que estes tenham a oportunidade de redescobrir soluções por meio de atividades interativas, colaborando para a criação de novos modelos para reinventar a sala de aula e melhorar a qualidade educacional. Essa palestra sugere a História da Arte como um desses caminhos que levam a novas ações e ao desenvolvimento de um pensamento crítico. Novembro 2016.

 

 

Anúncios